Ir para o conteúdo
Logo NIC.br Logo CGI.br
No IPv4 erramos feio e o desperdício inicial dos endereços é uma das causas (embora não a única) do seu esgotamento. Muitos ao verem os grandes blocos propostos para distribuição no IPv6 pensam que corremos o risco de incorrer no mesmo erro.
Eu temo justamente o contrário. O conservadorismo, no mundo IPv6, é entregar e reservar endereços com uma certa abundância, por que não sabemos como a Internet irá evoluir.
Para tirar a pulga da orelha dos preocupados de plantão, vamos fazer algumas contas...
Hoje cada AS recebe pelo menos um /32. O que significa que podem alocar 65k usuários /48, ou 1 milhão de usuários /56. Não é pouco, mas se for, podemos considerar mais.
Vejamos, temos hoje um /16 reservado para o NIC.br como NIR. Poderíamos alocar 65k /32. Com um total de 1200 ASes no Barsil, são mais de 50 blocos por AS, ou os ASes poderiam crescer 50 vezes em número. Contando que a quantidade de ASes fique constante, poderíamos ter 50 milhões de usuários /56 por AS. Um AS sozinho poderia atender toda a população do Estado de São Paulo, com alguma folga.
Isso sem contar que o LACNIC tem um /12. Como o Brasil corresponde a cerca da metade dos ASes da região, então poderíamos ter 8 blocos /16, só do estoque atual do LACNIC. Levando isso em consideração, teríamos 8 x 50 milhões = 400 milhões de usuários /56 para cada AS. Um AS sozinho poderia atender toda a população da América do Sul.
Contemos ainda que só 5 /12 foram distribuídos hoje no mundo, enquanto no /3 reservado para os endereços globais teríamos 512 /12 disponíveis. Isso quer dizer que o LACNIC poderia ter uns 100 /12, no lugar de apenas 1. Na verdade, então poderíamos ter 100 x 400 milhões = 4 bilhões de usuários /56 por AS. Não é muito, realmente, precisaríamos de 2 ASes pra atender a população mundial como um todo...
Mas podemos considerar ainda que o /3 em uso equivale a apenas 13% do espaço total. Se contarmos o resto poderíamos ter 4 bi / 0,13 = 30 bilhões de usuários /56 para cada AS no Brasil. Agora sim, um AS sozinho poderia atender 4 vezes a população da Terra.

Resumindo: Por que ser econômicos demais, se o IPv6 foi projetado para que houvesse endereços de forma abundante?
Não sabemos qual será o futuro da Internet. Podemos estar dificultando desenvolvimentos futuros.

Nós recomendamos:
- /48 ou mais para usuários corporativos... recomenda-se reservar um /44 e alocar um /48.
- /56 ou mais para usuários SOHO recomenda-se reservar um /52 e alocar um /56.
- /64 ou mais para usuários domésticos recomenda-se reservar um /56 e alocar algo maior ou igual a /64

Compartilhe

Busca