Ir para o conteúdo
Logo NIC.br Logo CGI.br
Comprar hoje equipamentos que são usados para nos conectarmos à Internet e que não são compatíveis com IPv6 pode ser o mesmo que jogar dinheiro na lata de lixo.
Muito cuidado ao escolher seu novo smartphone, TV conectada, videogame e, de forma especial, os equipamentos que são usados como parte da própria infraestrutura da rede, como os roteadores wifi! Nesse artigo apresentaremos, em particular, a situação destes últimos: quais marcas e modelos disponíveis no Brasil já suportam o IPv6 e podem ser adquiridas sem medo.

As previsões atuais indicam que em 2014 os endereços IPv4 livres terão terminado aqui no Brasil. Isso já aconteceu na Europa, Ásia e Oceania. A migração para o IPv6 é o que permitirá que a Internet continue se expandindo e evoluindo.Hoje o IPv4 ainda é o principal protocolo da rede, a base de seu funcionamento. Em pouco tempo esse lugar será do IPv6. Tendo em vista essa situação, ao comprar novos equipamentos que conectam-se à Internet, é preciso saber se eles já suportam o novo protocolo. Caso não suportem o IPv6, pode ser que sua vida útil seja menor do que o esperado. Daqui pouco tempo seu provedor Internet usará o IPv6 como protocolo principal e, se seu equipamento não o suportar, será um forte candidato a assumir a função de peso de papel. Por isso é importantíssimo considerar o suporte ao novo protocolo na hora da compra. Ou pelo menos verificar se o fabricante planeja oferecer esse suporte, em um upgrade gratuito de software, em breve.

Histórico

Os roteadores wireless até pouco tempo eram uma das pedras no sapato da migração para o IPv6. O suporte era quase inexistente. Poucos equipamentos no mercado eram compatíveis com o novo protocolo, não só no Brasil, mas no mundo todo. Mesmo os requisitos técnicos para considerar que um equipamento efetivamente suportava o IPv6 não estavam totalmente claros para o mercado.

A situação começou a mudar em 2011, com a definição clara dos requisitos técnicos na RFC 6204 (http://tools.ietf.org/html/rfc6204). As RFCs, para quem ainda não sabe, são os documentos que definem os padrões técnicos da Internet. Com o lançamento mundial do IPv6 (http://www.worldipv6launch.org/), em Junho de 2012, um novo salto foi dado, com a adesão de dois dos principais fabricantes no mundo, a D-Link e a Linksys. Ambos se comprometeram que, à partir daquela data, ofereceriam equipamentos compatíveis com IPv6!

No Brasil, contudo, até o ano passado, a situação não era promissora. Encontrávamos alguns equipamentos da D-Link com suporte a IPv6 no mercado, mas eram os de topo de linha, os mais caros. A Linksys, apesar da promessa assumida no World IPv6 Launch, reservou os equipamentos com suporte a IPv6 para o mercado estadunidense. Em dezembro encontrávamos disponíveis no site nacional da Linksys produtos como o WRT54GL, WRT160N, WRT120N e WAG120N, para os quais não havia suporte a IPv6. Outros fabricantes consultados, como a TP-Link, não davam previsões sobre quando teriam suporte ao protocolo.

Situação atual

Felizmente a situação atual é bem diferente. E para melhor! Três das marcas mais utilizadas no Brasil já oferecem amplo suporte ao IPv6: a D-Link, a Linksys e a TP-Link. A seguir mais informações sobre cada uma delas, e sobre os modelos suportados:
D-Link:
A D-Link já oferece suporte a IPv6 em toda sua linha atual de produtos. Mais informações podem ser obtidas no endereço http://www.dlink.com/us/en/technology/dlink-ipv6-solutions.

A lista de equipamentos suportados, quando este artigo foi escrito, inclui:
DIR-636L - Cloud Router 1200
DIR-652 - Gigabit Home Router (Hardware Revision B1) DIR-645 - Whole Home Router 1000
DIR-655 - Xtreme N Gigabit Router (Hardware Revision B1)
DIR-657 - HD Media Router 1000
DIR-815 - Wireless N Dual Band Router (Hardware Revision B1)
DIR-825 - Xtreme N Dual Band Gigabit Router (Hardware Revision C1)
DIR-826L - Cloud Router 2000
DIR-827 - HD Media Router 1000
DIR-835 - Wireless N750 Dual-Band Router
DIR-857 - HD Media Router 3000
DIR-865L - Cloud Router 5700
DHP-1565 - Wireless N PowerLine Gigabit Router DAP-1525 - Access Point/Media Bridge

Muito cuidado, contudo! Uma busca em sites de comparação de preço mostram que muitos equipamentos antigos, sem suporte ao IPv6, também ainda estão disponíveis no mercado Brasileiro. Por exemplo, os roteadores DIR-600, DIR-615, DI-524, DSL-2640B, entre vários outros, ainda são encontrados em dezenas de lojas e não suportam IPv6!
Linksys:
A Linksys, diferentemente da situação do final de 2012, agora oferece os mesmos equipamentos aqui e nos Estados Unidos. E toda a linha suporta o IPv6. A página que explica como a empresa encara o IPv6 é http://www.linksys.com/en-us/ipv6. E a página que lista os produtos vendidos no Brasil é http://www.linksys.com/pt-latam/products/routers.

Os produtos que suportam o IPv6 são:
E900 - Linksys E900 Wireless-N300 Router
E1200v2 – Linksys E1200 Wireless-N300 Router
E1500 – Linksys E1500 Wireless-N300 Router
E1550 – Linksys E1550 Wireless-N300 Router with Speed Boost
E2500 – Linksys E2500 Advanced Dual-Band N600 Router
E3200 – Linksys E3200 High Performance Dual-Band N600 Router
E4200 – Linksys E4200 Maximum Performance Dual-Band N750 Router
E4200v2 – Linksys E4200v2 Maximum Performance Dual-Band N N900 Router
EA2700 - Linksys EA2700 Dual-band N600 Router with Gigabit
EA3500 - Linksys EA3500 Dual-Band N750 Router with Gigabit and USB
EA4500 - Linksys EA4500 Dual-Band N900 Router with Gigabit and USB

Na verdade, há uma exceção na lista de equipamentos oferecida na página da empresa. É o WRT-54GL. Contudo, é uma exceção completamente justificável. Esse modelo, com o sufixo L, tem o firmware baseado em Linux, e normalmente é usado em situações em que o firmware original é substituído por versões customizadas do OpenWRT, DD-WRT ou Tomato (todos firmwares baseados em Linux, usados por muitos como alternativas aos firmwares oferecidos pelos fabricantes, e que suportam o IPv6).

De forma similar ao que acontece com os equipamentos da D-Link, uma busca em sites de comparação de preço mostra que muitos equipamentos já fora de linha, e sem suporte a IPv6, ainda estão disponíveis no mercado Brasileiro! Por exemplo, o WRT120N, o WAG120N, o WRT160N, o WRT54G2 e vários outros modelos antigos são ainda vendidos em dezenas de estabelecimentos! Muito cuidado! A Linksys merece uma reprimenda, contudo, por não ter suporte a IPv6 em seu próprio site! Verifique no Validador IPv6: http://validador.ipv6.br/index.php?site=www.linksys.com.br&lang=pt.

Recentemente a empresa, que era uma divisão da Cisco, foi vendida para a Belkin. Os efeitos dessa venda ainda estão para ser sentidos, mas não é esperada nenhuma mudança no posicionamento da empresa em relação a suportar IPv6 em toda a sua linha de produtos.
TP-Link: Diferentemente da D-Link e da Linksys, a TP-Link ainda não oferece suporte a todos os roteadores em linha. Contudo, está rapidamente adicionando suporte aos modelos, e disponibilizando as atualizações de firmware. Segundo o site da empresa, os produtos que operam apenas com a tecnologia G não terão suporte a IPv6. Mas todos os produtos N (tecnologia mais moderna e rápida), se ainda não tem suporte, terão em breve. O site da empresa que fala sobre seus planos em relação ao IPv6 é http://www.tp-link.us/article/?faqid=482. Os produtos suportados até o momento são: TL-WDR4900 - N900 Wireless Dual Band Gigabit Router TL-WDR4300 - N750 Wireless Dual Band Gigabit Router TL-WDR3600 - N600 Wireless Dual Band Gigabit Router TL-WDR3500 - N600 Wireless Dual Band Router TD-W8980 - N600 Wireless Dual Band Gigabit ADSL2 + Modem Router TD-W8970 - 300Mbps Wireless N Gigabit ADSL2 + Modem Router TD-W8968 - 300Mbps Wireless N USB ADSL2 + Modem Router O comprador, como nos casos anteriores, também deve ter muito cuidado. Equipamentos populares no mercado brasileiro, como o TL-WR740N, o TL-WR941ND, e diversos outros, vendidos em dezenas de lojas, não suportam IPv6. Nos caso desses dois, que são N, se espera que haja suporte no futuro. No entanto é sempre mais seguro adquirir equipamentos que sabidamente já suportam o protocolo, listados no site. Como a Linksys, a TP-Link também ainda não suporta IPv6 em seu próprio site Web. Pode-se verificar no Validador IPv6: http://validador.ipv6.br/index.php?site=http%3A%2F%2Fwww.tp-link.us%2Farticle%2F%3Ffaqid%3D482&lang=pt.

E as outras marcas?

Não temos informações sobre outras marcas disponíveis no Brasil. Contudo, uma forma segura para saber se um roteador tem suporte a IPv6, é verificar se ele tem o selo IPv6 ready. Muita atenção, isso não quer dizer que os roteadores sem o selo não tem suporte a IPv6. Pode perfeitamente haver um roteador com excelente suporte a IPv6, e sem o selo. Você apenas terá de se certificar de que ele realmente suporta o IPv6 de outra forma, por exemplo no site do fabricante, em sites especializados, ou por outros meios. Mas você pode ter certeza de que um roteador com esse selo, tem um suporte excelente ao IPv6:

Para experts!

O suporte ao IPv6 nos equipamentos é muito mais uma questão de software, do firmware que os controla, do que de hardware. Há, de fato, limitações por conta do hardware, como ter um processador muito lento e, principalmente, pouca memória. Mas em muitos casos a falta de suporte é de culpa exclusiva do software. Há algum tempo, especialistas em informática têm usado firmwares alternativos, já citados aqui anteriormente, como o DD-WRT, o OpenWRT, e o Tomato, para obter suporte a IPv6 em equipamentos que não o oferecem com o software original. Se você é um expert em informática, vale olhar os sites, e equipamentos que suportam esses firmwares:

Concluindo

Diversas opções de roteadores sem fio, no mercado brasileiro, já suportam IPv6. Observe isso na hora da compra. Comprar um equipamento sem esse suporte pode significar que você terá de trocá-lo antes do esperado. Economizar alguns reais agora, pode sair mais caro no médio prazo! Anote os modelos, observe a presença do selo IPv6 ready, compare os preços, e tome uma decisão consciente!

Compartilhe

Busca